5 Vasodilatadores naturais que devem estar em minha alimentação

Os alimentos vasodilatadores fazem acelerar o fluxo de sangue ao aumentar os vasos sanguíneos. Como resultado, a energia e o oxigênio fluem mais rapidamente e os músculos crescem melhor.

A pressão sanguínea diminui e o coração funciona melhor. Também se diz que os alimentos vasodilatadores têm um efeito afrodisíaco o que faz ser uma ótimo substituto da famosa pílula azul, o viagra.

Isso acontece por que a ereção se torna mais vigorosa, porque o influxo de sangue aumenta contribuindo para a melhora do desempenho sexual.

Alguns dos principais vasodilatadores naturais são a adenosina, a adrenalina, a histamina, o óxido nítrico, os flavonoides, a L-arginina e a 3-n-butylphthalide.

1- Chocolate amargo

Chocolate amargoO chocolate amargo previne a formação de radicais livres e o envelhecimento precoce das células. Rico em flavonoides e antioxidantes, traz energia enquanto dilata os vasos sanguíneos.

O conteúdo de flavonoides favorece a juventude das células, e é por isso que é normalmente usado como uma máscara para o rosto e corpo.

É também um alimento altamente estimulante, então um dos benefícios mais conhecidos do chocolate é trazer energia para o corpo, ajudando a você se manter alerta e concentrado durante todo o tempo o dia.

O alimento também tem um efeito sobre a produção de serotonina, o hormônio do bem-estar. Hormônio muito importante inclusive para o homem que sofre de ejaculação precoce, já que a sua principal causa é a ansiedade.

E quando mais serotonina produzida pelo corpo, menor será a ansiedade e maior será a sensação de prazer. Sendo assim, o chocolate amargo pode ser uma ótima opção de “remédio para ejaculação precoce natural”.

Em contraponto deve se ter cuidado ao seu consumo, já que o chocolate amargo é um produto calórico.

2- Uvas

UvasRica em água e antioxidantes, as uvas promovem a eliminação de toxinas e traz frutose para o corpo em grandes quantidades (por esse motivo não é recomendado para diabéticos).

As fibras que contêm fazem das uvas um laxante natural; por essa razão é fortemente recomendada em caso de problemas de constipação e trânsito.

Elas contêm resveratrol e colágeno que retardam a pele flácida e mantém células essenciais. Essas mesmas substâncias são usadas em muitos tratamentos de prestígio.

As uvas são ricas em vitamina que é poderoso antioxidante e faz milagres na aparência e qualidade da pele e do cabelo.

Outro de seus componentes é o polifenol, que é conhecido por aumentar o tono e a elasticidade da pele.

3- Repolho

repolhoO repolho é composto por muitos minerais, incluindo o selênio, que é um mineral raro. Este vegetal é rico em carotenoides e flavonoides, dois dos mais poderosos antioxidantes naturais disponíveis.

Seu componente de ômega-3 tem um efeito anti-inflamatório que ajuda a prevenir a asma e a artrite.

Você já deve ter ouvido falar que o repolho é o melhor alimento anticâncer, mas, além desta propriedade, oferece outros benefícios que merecem ser conhecidos.

Essa verdura é um dos principais alimentos de algumas dietas, uma xícara de repolho contém cerca de 36 calorias, 5 gramas de fibra e quase nenhuma gordura (especialmente ômega-3 muito interessante para o corpo).

Ajuda na digestão e contém uma substância que combate bactérias nocivas ao estômago. Além de cortar a fome e previne a constipação.

Também é muito rico em minerais potássio, magnésio, cálcio, selênio e o manganês, um mineral que contribui para a síntese de ácidos graxos necessários para o sistema nervoso e hormônios sexuais (estrogênio).

4- Espinafre

EspinafreO Espinafre não contém gordura. Suas fibras promovem o trânsito intestinal e previnem a constipação, enquanto as vitaminas A, C, B, E e F contêm uma ação tonificante no corpo e nas defesas naturais.

O espinafre é recomendado para pacientes com gota, artrite ou cálculos renais, pois contêm ácido
fólico. O espinafre é um excelente antioxidante que ajuda a prevenir o envelhecimento prematuro.

Ele é rico em fibras, controlam e regulam o trânsito intestinal. Pode se dizer que é um laxante natural. Este vegetal tem um alto valor energético em vitaminas e minerais e não contêm lipídios.

5- Alho

AlhoO alho tem um efeito anti-inflamatório e antibiótico no corpo. Pessoas com varizes devem consumir alho, porque é um potente vasodilatador e um excelente anticoagulante, ótimo estimulante para mulher e para o homem. Porem, não abuse do alho cru para preservar a saúde do esôfago e estômago.

Os benefícios do alho são numerosos. É muito raro que uma planta de alho sofra de doenças, e isso é devido ao fato de que nenhum inseto se aproxima por causa do forte odor que emana dela, que vem de um óleo volátil.

Muitas qualidades curativas do alho são verdadeiras como abaixa a pressão arterial ou retardar a queda de cabelo. Algumas aldeias usavam o alho em feridas para repelir possíveis infecções.

Como aumentar o desejo sexual feminino

Falta de desejo femininoPerder o desejo sexual é uma situação muito difícil para uma mulher, independentemente da idade ou do ambiente em que ela vive.

Se você sofre de falta de libido, não entre em pânico, principalmente, porque milhões de mulheres passam por essas situações todos os dias e esse distúrbio é facilmente tratável com um aumento natural da libido e dicas de especialistas.

Entenda a falta de desejo

De acordo com especialistas, uma mulher tem problemas de libido quando não ou muito pouco se sente fisicamente atraída pelo parceiro ou aprecia carícias sensuais e estímulos sexuais.

Claro, se uma mulher não gosta de um homem, isso não significa que ela seja necessariamente frígida! Pode ser que ela não esteja apaixonada ou não seja atraída pelo físico do parceiro.

Entretanto, a falta de desejo também pode acontecer devido ao seu estilo de vida. Ou seja, a má alimentação, o sedentarismo, a depressão e níveis altos de ansiedade pode comprometer sua saúde sexual e consequentemente tirar sua vontade de fazer sexo.

Infelizmente esse estilo de vida está sendo levado por muitas mulheres e homens. Com isso, muitos acabam recorrendo a remédios da impotência para solucionar esse problema.

A melhor maneira de aumentar sua libido e melhorar a qualidade do seu sexo é tendo um estilo de vida saudável.

Alimentação equilibrada, prática regular de atividade física, praticar atividades que se gosta e controlar os níveis de ansiedade é a melhor tática para ter uma alta performance sexual.

Dicas para aumentar a libido naturalmente

Sexólogos compartilham os resultados de suas pesquisas regularmente para atualizar sobre todas as notícias e eventos atuais sobre o aumento da libido e o reforço do desejo sexual em mulheres.

São dicas úteis sempre estiveram presentes nas revistas médicas e que foram associadas a estimulantes naturais aprovados para manifestar os melhores resultados possíveis.

Entre essas dicas estão:

Ter uma boa dieta, alta fibra e baixo teor de gordura: a gordura impede a boa circulação sanguínea e se sua vagina não recebe a quantidade necessária de sangue, assim você não fica muito reativa à estimulação sexual do seu parceiro.

A boa circulação sanguínea torna a área vaginal muito mais sensível e responsiva. Estimulantes sexuais para aumentar o desejo sexual que são aprovados por sexólogos, proporcionam uma maior circulação e orgasmos mais fortes.

Escolha um “Viagra feminino”: sexólogos sempre recomendam o uso de um produto natural para aumentar a libido de uma forma saudável, lembre-se de verificar as informações de especialistas para acessar o melhor tratamento natural e melhores desejos sexuais, desfrute de orgasmos mais poderosos e prazeres mais intensos.

Mude o mau hábito de vida: se você é um fumante, se consume muito álcool ou drogas, todo o seu corpo será afetado e seus recursos ficarão mais lentos.

Esses hábitos são muito prejudiciais e afetam toda a saúde geral e sexual de toda mulher.

Gerenciar o estresse: uma vida muito tensa mata qualquer desejo, o desejo de comer, dormir, de fazer amor, de ser bonita.

Quando você está estressada, não pode comer bem ou dormir bem ou aproveitar momentos de prazer ou até mesmo fazer a maquiagem de forma correta ou ir a esteticista.

Uma pequena visita do cabeleireiro e um bom banho quente ou uma mudança de visual certamente farão com que você se sinta melhor e acelere seu processo de aumento do desejo de fazer sexo, estabelecendo uma atmosfera favorável.

Além disso, com o estresse, vêm a depressão e consequentemente pode causar várias doenças como diabetes, hipertensão, AVC, etc.

Comunique-se com o seu parceiro e redescubra o seu corpo: comunicação: É importante comunicar-se com sua outra metade, dizer a ele que você o ama, elogiar.

Quando chegar a hora, conte a ele sobre os seus próprios desejos, deixe o outro saber o que você quer e que também deseja fazer amor com ele.

Você pode sugerir a ele para descobrir seu corpo, para tocar em todos os lugares (se ele quiser).
Acima de tudo, não hesite em contar para seu parceiro ele sobre as suas necessidades de para aumentar sua libido.

Às vezes o orgasmo do homem pode despertar a libido adormecido da mulher em potencial desestimulada.

Masturbação: o toque é uma maneira de descobrir o seu potencial sexual. É por isso que as mulheres são aconselhadas a se masturbar. Também permite conhecer melhor o próprio corpo.

Carícias sensuais: todos os dias, tente cobrir seu parceiro com beijos e acariciar em todos os lugares, exceto no pênis.

Acontece que algumas mulheres, dependendo da experiência com a sexualidade, pensam que estão interessadas apenas no órgão principal e acabam se fechando em si mesmas.

Nesse caso, deve-se aprender a redescobrir o próprio corpo e do parceiro fora da sexualidade. As carícias sensuais promovem ainda mais a secreção de hormônios de desejo e prazer.

Estimulação do clitóris: depois de uma grande intimidade sensual, o homem pode aproximar-se da parceira gradualmente, acariciar a virilha e depois colocar um dedo logo acima da vulva, superficialmente.

De longe, uma ligeira vibração estimula o clitóris e acorda todo o corpo suavemente.

Os estímulos superficiais, no entanto, podem durar várias semanas ou até meses antes de serem capazes de interferir na vulva!

Veja como estimular o clitóris:

Hipertensão pode levar a impotência

HipertensãoHipertensão ou pressão alta é considerada uma doença que não tem sintomas, no entanto, uma possível complicação por causa da doença pode ser gerada ou por devido ao tratamento: a disfunção erétil, termo utilizado para impotência sexual.

O que é a disfunção erétil ou impotência?

O que é disfunção erétilA incapacidade de atingir ou manter uma ereção suficiente para permitir o prazer sexual satisfatório.

Isto pode ter consequências importantes atingindo a sua autoestima e até mesmo, fazendo você se questionar sobre sua masculinidade, bem como os problemas de estresse na família podem ser gerados.

Este distúrbio não tem nada a ver com falta de apetite sexual, falta de prazer, orgasmo na relação ou rápida ou retardada ejaculação.

Ao mesmo tempo em que você deve descartar outras lendas associadas com a ocorrência desta doença com a masturbação excessiva ou aqueles mitos que se relacionam com a esterilidade.

Não é algo para se envergonhar. É uma patologia que é reversível e tem tratamento.

Entretanto, antes que você tome algum remedio para impotência, é necessário você entender um pouco mais desse problema e como combatê-lo da forma mais segura possível.

Muitas vezes, a disfunção erétil acomete pacientes hipertensos

Estima-se que 14% dos pacientes hipertensos tratados com anti-hipertensivos tem esse problema em algum momento de suas vidas, quer por sua própria hipertensão ou pelos tratamentos utilizados.

Hipertensos que também fumam, têm 13% mais chances de passar pela situação. Da mesma forma que acontece se você é diabético, tem uma doença cardíaca congênita ou colesterol alto.

Metade da população com mais de 40 anos, com ou sem hipertensão, sofreu com um episódio de disfunção sexual, sendo alta ou moderada em 65% dos casos, o que significa que no mundo afeta milhões de homens.

Mas como ocorre a ereção?

A estrutura do pênis é composta por tecido esponjoso que contém um grande número de vasos sanguíneos, as paredes destes vasos em condições normais são recolhidas e fazem com que o fluxo sanguíneo seja pequeno e o pênis fique flácido.

Quando a excitação sexual ocorre ativa o sistema nervoso e os vasos do pênis para expandir rapidamente, inserindo uma quantidade maior de sangue, enquanto que as veias do pênis comprimem gerando a ereção.

Existem muitas causas de disfunção sexual

Tem sido pensado que era apenas causa psicológica ou o resultado inevitável do envelhecimento, agora se sabe que na maioria dos casos, o problema é físico.

As causas podem tornar-se as artérias rígidas, com calibre inferior e arteriosclerótica é o nível elevado de colesterol no sangue, a diabetes, o tabagismo, a pressão arterial elevada e um trauma na região pélvica.

Hipertenso deve parar de fazer sexo?

É sabido que a pressão arterial aumenta realmente em uma parte limitada durante o ato sexual.

No entanto, para atividade sexual, cada parte do costume diário, não há nenhuma razão para modificar.

Posso ter dificuldades sexuais ao tomar medicação para pressão?

O efeito próprio de redução da pressão sanguínea é suficiente para produzir uma disfunção erétil transitória, até que o corpo se adapta aos novos valores de pressão.

Foi observado que em alguns pacientes uma determinada medicação pode causa diminuição do desejo ou da capacidade de ter ereções nos homens.

Entre esses elementos que podem afetar o desejo sexual estão:

  • Diuréticos: o grupo das tiazidas, especialmente quando associada com outros remédios, são uma causa de problemas durante a ereção, ejaculação e, também, associado a perda de desejo sexual.Nas mulheres, os diuréticos causam menos lubrificação vaginal, espironolactona que pode ainda gerar a perda da sensibilidade na glândula mamaria e ter efeitos antidepressivos e ansiolíticos provocando problemas no orgasmo.
  • Os beta-bloqueadores: eles podem alterar a função sexual normal, particularmente reduzir a libido e os problemas de ereção.

O que posso fazer se eu tiver disfunção erétil?

O que posso fazer se eu tiver disfunção erétilNão hesite em falar com o seu médico, o maior obstáculo pode ser a sua hesitação em falar sobre este tema.

A maioria dos casos é tratável se a origem é o tratamento anti-hipertensivo é possível ajustar a dose ou indicar outra de eficácia semelhante, mas com menos possibilidade de produzir a disfunção erétil.

A alimentação e um estilo de vida saudável é considerado hoje, o melhor tratamento para vários problemas e doenças, e a impotência é uma delas.

Sendo assim, tenha uma alimentação equilibrada consuma alimentos nutritivos e tenha uma dieta rica em alimentos vasodilatadores que são ótimos estimulantes para o fluxo sanguíneo e contribui para a melhora do desempenho sexual.

É importante que não tome remédio por conta própria como o azulzinho Viagra.

O médico é tem conhecimento suficiente para decidir as mudanças. Há uma série de opções de tratamento para escolher.

Às vezes o tratamento é tão fácil ou difícil quanto parar de fumar, parar de beber muito álcool ou outras drogas.

O Dr. Dayan Siebra fez um vídeo explicando tudo sobre a hipertensão, confira: